segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Desigualdade na rede: 71% dos habitantes dos países industrializados têm internet, e só 21,5% nos países em desenvolvimento


O acesso à internet deve estar disponível para 2 bilhões de usuários até o fim deste ano, segundo estimou a União Internacional das Telecomunicações (UIT). Em relatório divulgado dia 19, a UIT informou que o número de usuários da internet duplicou nos últimos cinco anos. O número de pessoas que acessam a internet da própria residência subiu de 1,4 bilhão em 2009 para 1,6 bilhão este ano. Dos 226 milhões de novos usuários, pelo menos 162 milhões vivem em países em desenvolvimento.

De acordo com o levantamento da UIT, 71% dos habitantes dos países industrializados têm acesso à rede mundial de computadores, enquanto nos países em desenvolvimento esse acesso está disponível para apenas 21,5% das pessoas. Nos países ricos, 65% dos usuários acessam a rede da própria residência, percentual que cai para 13,5% nos países em desenvolvimento.

As diferenças mais significativas surgem quando a comparação se dá entre países europeus e africanos. Entre os europeus, 65% têm acesso à internet. Nos africanos, apenas 9,6% se conectam à rede mundial de computadores.

A UIT também constatou o crescimento do número de assinaturas do serviço de banda larga, especialmente nos países desenvolvidos e entre os principais emergentes. E prevê que, até o fim do ano, a banda larga estará disponível para 8% dos usuários em todo mundo. Mas, nos países mais pobres, a internet de alta velocidade está fora do alcance da maior parte da população.

Em compensação, 90% da população mundial têm acesso à telefonia móvel. A estimativa é que, até dezembro, dos 5,3 bilhões de assinantes do serviço de telefonia celular, 3,8 bilhões vivam em países em desenvolvimento, que estão se tornando o principal mercado das operadoras globais. O crescimento médio anual das regiões desenvolvidas é de apenas 1,6%. Nesses países o mercado móvel está prestes a atingir a saturação, registrando média de 116 assinaturas para cada cem habitantes.

Vinicius Doria ( Editor )

Fonte: www.acheseucurso.com.br


Polo recebe caravana da UFRN que realiza oficinas, dentre outras atividades







No último dia 23 de outubro o Coordenador do PUAP - Polo Universitário de Luís Gomes, Professor Franklin Miguel Fernandes, juntamente com a equipe do Polo receberam, na sede do PUAP – Polo Universitário de Luís Gomes, a equipe da Coordenação Acadêmica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, composta pelas professoras Rute Alves e Lilian Giotto, que trouxeram para auxiliar nas oficinas duas bolsistas.

A equipe veio ao PUAP com a dupla finalidade de conversar com os tutores e coordenação do Polo além de realizar duas oficinas: "Avanços das ciências e suas implicações éticas" e "Interdisciplinaridade a partir de atividades experimentais".

A reunião contou com a presença dos tutores: Antonio Borges (Administração Pública), Wendel Pires (Matemática), Márcia e Ney (Física), Flávia e Consola (Biologia) Wilca e Valderi (Geografia) e do Prof. Franklin Miguel Fernandes, Coordenador do Polo. Na oportunidade foi feita uma avaliação de como andam as atividades acadêmicas no Polo e, buscou-se também apontar meios para melhorar um pouco mais, haja vista que o foco é a aprendizagem, dentre outros assuntos.

As oficinas por sua vez movimentaram a comunidade acadêmica que participou efetivamente e, se empolgou com os experimentos que foram realizados, permitindo-lhes compreender de fato certas teorias, que até então pareciam tão abstratas.

 
PUAP - Av. Senhora Santana, 17 - Centro - Luís Gomes - RN - CEP: 59.940-000