quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

CEFET-RN é transformado em INSTITUTO FEDERAL


O presidente Lula sancionou nesta segunda, 29 de dezembro de 2008, a Lei 11.892 que cria, no país, 38 Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, a partir da reestruturação da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica.

Com isso, o Centro Federal de Educação Profissional e Tecnológica do Rio Grande do Norte – CEFET-RN, instituído em 1999, passa à denominação de Instituto Federal do RN, formado pelas 11 Unidades de Ensino, implantadas ou em construção, que passam a denominar-se Campus. Assim, o Instituto Federal do RN contará, em 2009, com os seguintes campi avançados: Campus Central de Natal (atual Unidade Sede), Campus da Zona Norte de Natal, Campus de Currais Novos, Campus de Ipanguaçu, Campus de Mossoró, Campus de Apodi, Campus de Pau dos Ferros, Campus de João Câmara, Campus de Macau, Campus de Santa Cruz e Campus de Caicó.

O diretor geral do CEFET-RN, prof. Belchior de Oliveira Rocha, que esteve presente à solenidade em Brasília, disse que “estamos vivendo um momento histórico para a educação profissional e tecnológica em nosso país. Começamos um novo ciclo, renovando e reafirmando nossa missão, agora sob a égide dos Institutos Federais, que nascem apoiados numa proposta pedagógica avançada e, ao mesmo tempo, desafiadora. Cabe-nos, daqui por diante, atuar em todos os níveis e modalidades da educação profissional, buscando, cada vez mais, agregar ao ensino a pesquisa e a inovação tecnológica. Sabemos que o desafio é grande, não somente pela nova institucionalidade, como também pela própria expansão da Rede”.

O QUE MUDA

Na Estrutura Organizacional e Administrativa
O Instituto terá como órgão executivo uma Reitoria e cinco Pró-Reitorias
Cada Campus terá um Diretor-Geral
A administração do Instituto terá como órgãos superiores o Colégio de Dirigentes e o Conselho Superior
Cada Instituto terá 180 dias para elaborar novos Planos de Desenvolvimento Institucional (PDI), Projeto Político Pedagógico, Estatuto e Regimento Internos;
No Ensino
O Instituto poderá ministrar cursos de bacharelado, engenharia e pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) e lato sensu (aperfeiçoamento e especialização), além dos cursos básicos de qualificação e requalificação de trabalhadores, cursos técnicos, de formação de professores e de graduação tecnológica
50% das vagas oferecidas a cada ano devem ser voltadas para os cursos técnicos, prioritariamente nas modalidades integrada ao ensino médio e de educação de jovens e adultos (EJA);
No mínimo 20% das vagas devem ser voltadas aos cursos de licenciatura, sobretudo nas áreas de ciências e da matemática.

 
PUAP - Av. Senhora Santana, 17 - Centro - Luís Gomes - RN - CEP: 59.940-000